Cabelos: Escova Progressiva

Para que serve a Escova Progressiva? A Escova Progressiva é um procedimento realizado em salões de beleza, estética e cabeleireiros para deixar os cabelos mais lisos, ou seja, se trata de mais uma opção entre várias para quem deseja manter seus cabelos sempre lisos. O processo é semelhante ao Relaxamento, outro procedimento muito usado para deixar os cabelos alisados.

Existem vários tipos de Escova Progressiva, a diferença está geralmente no produto químico utilizado. Com uma variedade imensa de produtos diferentes usados para fazer a escova progressiva, o que você deve levar em conta na hora de escolher um produto é:

  • se o produto é indicado para o seu tipo de cabelo: cabelos com mechas, tingidos, descoloridos, encaracolados, crespo, etc.
  • o preço varia bastante
  • quanto tempo durará o efeito liso
  • tempo de retoque necessário
  • a praticidade, os cuidados que serão necessários após a escova

Como é feita a Escova Progressiva

Na maioria das vezes, o procedimento não varia de um tipo de escova para outra. Inicia-se com a lavagem dos cabelos escolhendo um xampú com PH adequado para retirada de quaisquer resíduos e preparar os fios para uma melhor absorção do produto alisante. Após a lavagem, o cabelo é secado cuidadosamente e então aplica-se o produto em toda a extensão do cabelo. A seguir, o passo mais importante é escovar os cabelos da raíz às pontas e em seguida, utiliza-se a prancha alisadora para selar o produto no cabelo.

Produtos para escova progressiva sem formol

Em junho de 2009 a Anvisa proibiu a comercialização e uso de produtos para alisamento capilar que contenham em sua fórmula o formol e o glutaraldeído também conhecido como glutaral. Isso porque o formol pode causar diversos problemas sérios à saúde. Então na hora de fazer uma escova progressiva no salão, certifique-se que o produto que será utilizado não contenha formol em sua fórmula.

Atualmente existem diversos produtos e receitas para escova progressiva que usam substâncias alternativas que são liberados pela Anvisa e que apresentam resultados bem satisfatórios no alisamento dos cabelos. Portanto, não vale correr o risco de acabar com a saúde prejudicada.

Deixe uma resposta