Como tratar e acabar com o chulé

Nada mais desagradável do que tirar os sapatos e perceber que um mau cheiro tomou conta do ambiente e você se tornou mais uma vítima do chulé. O pior é quando esse quadro vai se tornando cada vez mais comum, ou seja, o chulé tornou-se crônico.

O chulé é o nome popular dado à bromidrose quando ela acontece nos pés. Bromidrose são os odores resultantes da interação de bactérias com o suor de qualquer parte do corpo. Além do inconveniente, o chulé também pode afetar a qualidade de vida da pessoa, dependendo da sua intensidade.

Mas existem diversas maneiras para controlar e tratar esse problema fétido.

Como acabar com o chulé

Alguns hábitos de higiene podem ajudar a melhorar e evitar o chulé. É recomendado não usar o mesmo sapato por dois ou mais dias seguidos, o ideal é alternar o uso dos sapatos para secar o suor que pode se acumular no seu interior. Melhor ainda se mantê-los em lugar arejado ou mesmo deixá-los ao sol após o seu uso. Além disso, os sapatos também devem ser lavados regularmente.

Outra dica é manter uma higiene adequada dos pés pode ajudar quem tem chulé. Durante o banho, utilize um sabonete antisséptico para lavar os pés e com a ajuda de uma escova, lave bem entre os dedos e as unhas. Após o banho, seque bem os pés, principalmente entre os dedos.

As meias de tecido sintético também podem colaborar para a proliferação de bactérias. A melhor escolha são as meias de algodão e evitar calçar sapatos sem meias. O uso de talcos ou sprays antibacterianos também diminuem as chances de ficar com chulé.

Tratamento para Chulé

Caso o chulé persista mesmo após medidas de higiene e precaução adequadas, pode ser a hora de consultar um médico dermatologista. Ele poderá recomendar o uso de remédios específicos, tratamentos alternativos como aplicação de toxina botulínica ou até mesmo uma cirurgia.

Deixe uma resposta