Dicas para prevenir e tratar pés-de-galinha

Uma das maiores preocupações entre as mulheres acima dos 40 anos é o surgimento de rugas e marcas de expressão. Os pés-de-galinha são aquelas rugas que se formam no canto dos olhos e se tornam mais evidentes ao sorrir, expondo a realidade que o tempo está passando.

Assim como as rugas, existem algumas dicas para tentar amenizar os pés-de-galinha ou prevenir seu aparecimento para quem ainda não tem esse problema.

Para quem ainda não desenvolveu pés-de-galinha, uma ótima dica é não forçar a expressão na região dos olhos. Isso ocorre principalmente para quem tem o hábito de sorrir forçando a expressão. O sol também pode fazer com que se force a região ao redor dos olhos. Nesses casos, o hábito de usar óculos escuros pode diminuir o risco do surgimento dos pés-de-galinha.

Também é importante manter a pele ao redor dos olhos, assim como em todo o rosto, bem hidratada. Além de hidratante, deve-se usar um filtro solar com fator de proteção mínimo de 15. O ideal é utilizar algum hidratante que também proporcione proteção solar.

Tratamento para pés-de-galinha

Para quem já possui os temidos pés-de-galinha, o jeito é fazer algum tipo de tratamento para diminuir as rugas, mas sem esquecer de manter os hábitos de prevenção dos pés-de-galinha.

O tratamento para pés-de-galinha deve ser realizado por profissionais da área de estética. Um dos tratamentos mais eficiente é a aplicação de botox, a toxina botulínica. Outro tratamento que costuma ser indicado para tratar os pés-de-galinha é a aplicação de preenchedores dérmicos como o ácido hialurônico (Surgiderm).

Outros procedimentos cirúrgicos para tratar os pés-de-galinha incluem peelings e procedimentos com a utilização de laser, dependendo do grau e da avaliação do dermatologista.

Deixe uma resposta